Osteopatia ajuda combater problemas como a intolerância ao glúten

A osteopatia é um método diagnóstico terapêutico, que utiliza da técnica manual para atuar no indivíduo de forma integral com base das articulações e tecidos, sem precisar de medicamentos, a osteopatia é uma boa pedida alternativa para as pessoas que possuem intolerância ao glúten. Pacientes com restrições alimentares, em seis sessões, podem ficar livres de sintomas, como excesso de gases, diarreia, barriga inchada e prisão de ventre. Neste post, extraído do site diariodaregiao.com.br, será apresentado a contribuição da osteopatia não somente para a intolerância ao glúten, mas também o tratamento contra endometriose, sinusite e até bursite, além dos benefícios que a mesma proporciona a paciente com hernias de discos, lombalgias, gastrites e refluxos… Confira a matéria completa no link abaixo:

https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2018/08/vida_e_estilo/saude_e_beleza/1116951-osteopatia-ajuda-combater-problemas-como-a-intolerancia-ao-gluten.html

Osteopatia estrutural: tratamento e benefícios

Você sabia que o terapeuta com a formação em Osteopatia Estrutural é capaz de diagnosticar e corrigir as disfunções nos tecidos ósseo, muscular, neural, facial e ligamentar? Dentre as várias técnicas de tratamento, a Osteopatia possui diversos recursos e tratamentos, que será explicado nesta matéria retirada do site atribunamt.com.br, nas quais ressalta os benefícios destes tratamentos e para quais casos a Osteopatia é indicada. Confira no link abaixo a reportagem completa:

https://www.atribunamt.com.br/2013/12/18/osteopatia-estrutural-tratamento-e-beneficios/

OSTEOPATIA: Busca pela postura adequada e movimentos sem dor

Você conhece a Osteopatia e os diversos benefícios e contribuições que a mesma pode trazer para sua vida?! Neste post, extraído do site www.diariodecaratinga.com.br que realizou uma entrevista com o Fisioterapeuta e também Osteopata Duany Vieira Lopes, explica o que é a Osteopatia, as situações recomendadas, como é realizado o tratamento, a diferença entre Osteopatia e Fisioterapeuta Tradicional, quais lesões ou doenças geralmente respondem ao tratamento, os principais benefícios da Osteopatia, as contradições e a idade indicada para a realização da Osteopatia.

https://www.diariodecaratinga.com.br/?p=41395

O que é Osteopatia?

Osteopatia

A Osteopatia é uma abordagem holística de cuidados de saúde, que reconhece a importância da relação entre a estrutura do corpo e o seu funcionamento. O osteopata utiliza a palpação e técnicas manuais parar tratar os músculos, as articulações, os nervos, o tecido conjuntivo, o sistema circulatório e os órgãos internos, a fim de favorecer a capacidade do corpo de restabelecer e manter a saúde.

Todas as partes do corpo funcionam de forma integrada. No entanto, os estresses físicos e emocionais, como má postura, lesões do esporte, do trabalho e acidentes favorecem o surgimento de disfunções e restrições. Se uma das partes está limitada, as demais sofrem adaptações e compensações, levando à inflamação, à dor, à rigidez e a outros problemas de saúde.

A Osteopatia, conduta centrada no paciente, baseia-se na filosofia de que o corpo possui uma capacidade de autorregeneração e autocura, e o tratamento osteopático busca identificar a causa das restrições e recuperar a função afetada. Pessoas de todas as idades, do recém-nascido ao idoso, podem consultar um osteopata e se beneficiar desse tratamento manual não invasivo.

O osteopata, estudioso de anatomia e fisiologia, compreende como os sistemas corporais se inter-relacionam e se afetam mutuamente, e examina com rigor suas estruturas.

O tratamento osteopático pode ajudar pessoas acometidas de dor lombar, dores de cabeça e pescoço, cólicas menstruais, ciáticas, lesões relacionadas as trabalho e ao esporte, problemas funcionais digestivos e respiratórios.

O profissional está capacitado para identificar disfunções e aplicar o melhor procedimento. A escolha das técnicas depende de avaliação, indicações e contraindicações, e a frequência de tratamento varia a cada caso.

Como prática de saúde complementar (OMS), a osteopatia atua em conjunto com outras especialidades médicas e terapêuticas, como clínica médica, ortopedia, fisiatria, odontologia, obstetrícia, fisioterapia e acupuntura, oferecendo o suporte de uma abordagem singular e de eficácia comprovada.